Projeto de Pesquisa e Extensão Universitária NELCA - Neoliberalismos e Capitalismo (UNIFESP)

Autores

  • Júlio Bueno Rosa Neto Universidade Federal de São Paulo
  • Lutty Guilherme Fortes Universidade de São Paulo e Universidade Federal de São Paulo
  • Rafael Queiroz Alves Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”
  • Rosângela Ferreira Leite

Resumo

O Grupo de estudos e pesquisa NELCA - Neoliberalismos e Capitalismo, vinculado a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e com registro no Cadastro Nacional de Pesquisa (CNPq), é uma iniciativa de um grupo de acadêmicos, das Ciências Sociais à História, que fazem parte das seguintes universidades: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP). Este grupo possui reuniões de estudos de textos, análise de pesquisas e promoção de eventos no campo da História das Direitas com ênfase em Neoliberalismos e Capitalismo. Esses dois grandes temas abarcam, tanto os debates sobre a formação da episteme do pensamento contemporâneo, quanto as práticas de reconstrução do sistema capitalista, quer pelo avanço das ideias conservadoras e das direitas, quer pela reificação das formas de exploração do trabalho e do consumo. A proposta do NELCA - Neoliberalismos e Capitalismo consiste em buscar estabelecer um diálogo com a classe trabalhadora e com pesquisadores de outras regiões do país e do mundo com o intuito de promover ações e produções críticas ao modo de produção capitalista. Para isso, o grupo realizou quinze encontros de leitura de obras clássicas do liberalismo, da economia política e da crítica da economia política, e organizar atividades como: “I Jornada do Nelca: frentes de luta no pós-pandemia”, “Dialogando com pesquisadores” e o curso de extensão universitário “Neoliberalismo: caracterização, exame e crítica”, contendo quatorze aulas divididas em dois módulos — sendo que até o dia 05 de abril de 2022 o curso contabilizou 3087 visualizações no canal PROEC Unifesp no YouTube.

Biografia do Autor

Júlio Bueno Rosa Neto, Universidade Federal de São Paulo

Graduado em Licenciatura em História pela Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo (EFLCH-UNIFESP) e mestrando em História Social pelo Programa de Pós-Graduação em História pela EFLCH-UNIFESP. É membro do Grupo de Trabalho e Pesquisa História das Direitas da Associação Nacional de História (ANPUH), cadastrado no CNPq, e do Laboratório de Estudos das Direitas e dos Autoritarismos da Universidade Federal Fluminense (LEDA/UFF). Também é membro do Grupo de Estudos e Pesquisa NELCA - Neoliberalismos e Capitalismos da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), cadastrado no CNPq, e da Associação Amigos do Patrimônio e Arquivo Histórico (AAPAH-Guarulhos). Foi monitor das Unidades Curriculares História do Brasil III e IV do curso de História da ELFCH-UNIFESP. Atualmente é professor voluntário do Cursinho Comunitário Cora Coralina e docente da rede estadual de ensino do Estado de São Paulo. Tem interesse em História Política e História do Brasil Republicano e Contemporâneo com ênfase em integralismo, corporativismos, neoliberalismos, movimentos fascistas e autoritários no Brasil e patrimônio histórico.

Lutty Guilherme Fortes, Universidade de São Paulo e Universidade Federal de São Paulo

Graduado em Licenciatura em História (2021) pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), mestrando em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e mestrando em História Econômica pela Universidade de São Paulo (USP). Premiado com segundo lugar na categoria "Destaque geral" da IX SEMCITEC (Semana de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento de Guarulhos) 2020 com o trabalho intitulado "Os modos de morar no Conjunto Habitacional Zezinho Magalhães Prado (1972- 1985)". Tem experiência na área de Ciências Sociais, Economia Política e História econômica, atuando principalmente nos seguintes temas: Neoliberalismo, Marxismo, Crítica da Economia Política, Formação Social Brasileira e Subjetividade. É membro do Grupo de Estudos NELCA - Neoliberalismos e Capitalismos da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), cadastrado no CNPq.

Rafael Queiroz Alves, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”

Mestrando bolsista (CAPES) pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Unesp de Marília na linha de Relações Internacionais e Desenvolvimento. Graduado em Relações Internacionais pela Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP). Na universidade, realizou pesquisa de Iniciação Científica sobre a política externa chinesa pela FAPESP. Foi monitor da disciplina de Teoria das Relações Internacionais I e II (2019). Foi coordenador do Observatório de Conflitos Internacionais (OCI), responsável pela organização da equipe de redatores e revisão de seus informes semanais sobre relações de conflito na região da Ásia (2019). Anteriormente, foi membro redator de informes do mesmo grupo (OCI), responsável pela região do Oriente Médio (2017 - 2018). É membro do Grupo de Pesquisa Marxismo, Política, Estado e Relações Internacionais (GPMERI) - UNESP, do Grupo de Pesquisa do BRICS (UNESP) e do Grupo de Estudos e Pesquisa NELCA - Neoliberalismos e Capitalismo (UNIFESP/CNPq). Atualmente está desenvolvendo a pesquisa "A Iniciativa Cinturão e Rota para além da Geopolítica Clássica: Um debate entre o realismo moral e o realismo ofensivo" com financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Arquivos adicionais

Publicado

2022-08-30